notícias

Paulista Fred Biondi, de 16 anos, já é o segundo melhor brasileiro do ranking mundial amador

20/09/2017

Dos três brasileiros mais bem colocados no ranking mundial de golfe amador, o único que mora e joga no Brasil é o gaúcho Herik Machado, o primeiro da lista. Os dois seguintes, o paulista Fred Biondi, de 16 anos, e o alagoano Tiago Lobo, de 19, fizeram carreira no exterior. Fred, revelado no São Paulo, nos EUA; e Tiago, primo de Mário Jorge Lobo Zagallo, quatro vezes campeão mundial de futebol (duas como jogador), no Oriente Médio.

Fred Biondi joga golfe desde os três anos, mas se passou a ser um golfista de ponta depois que foi morar em Port Saint Lucie, na Flórida, e treinar no Club Med Academies. O jogo de Fred mudou de patamar a partir de 2016, quando ele venceu o 62º Boys’ Junior Amateur Championship, e ganhou o prêmio de Player of the Year da FSGA (Florida State Golf Association). Em 2016, ele foi ainda terceiro colocado no Doral-Publix Junior Classic. Este ano, Fred foi vice-campeão do AJGA TaylorMade-Adidas at Innisbrook.

Rankin mundial meio set

Top 10 – Tiago Lobo foi aprender golfe no exterior, no Oriente Médio, onde morou com os pais, professores, em Abu Dhabi, Dubai e Kuala Lumpur. Seus treinadores foram Martin Robinson, no The Address Montgomerie Dubai; John Howells, no The Butch Harmon School of Golf Dubai; e Neal Dinan, no Prevail Golf. Tiago fez carreira jogando como amador no Mena Golf Tour, circuito profissional do Oriente Médio de Norte da África, onde foi terceiro colocado no Sahara Kuwait Championship de 2016, onde foi o melhor amador, feito que repetiu no Pattana Golf Championship 2017. Neste semestre, passou a defender os Trojans, na equipe de golfe da University of Arkansas at Little Rock.

O carioca Daniel Kenji Ishii ainda é o segundo melhor brasileiro que mora no país do ranking mundial, em quarto lugar, seguido pelo paulista Pedro Nagayama, do São Fernando. Entre os brasileiros Top 10 do ranking mundial amador, há quatro paulistas, três gaúchos, um alagoano, um carioca e um paranaense.

Fonte: O Portal Brasileiro do Golfe